Vale do Ivinhema Agora
Região

Conferência debate políticas para proteção de crianças e adolescentes

Com o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências”, evento foi promovido na sexta-feira (31) em Nova Andradina

Cogecom,

31/08/2018 às 16:55 • Atualizada em 31/08/2018 às 17:01

Cb image default
Foto: Bruno Seleguim

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), em parceria com demais órgãos ligados à rede de proteção das crianças e adolescentes de Nova Andradina, promoveu na última sexta-feira (31) a 10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Com o tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências” os participantes avaliaram as atuais políticas de atendimento da criança e adolescente e propuseram novas diretrizes para os próximos anos.

A palestra foi ministrada pelo professor da UFMS, Paulo Paes, que apresentou o Regimento Interno e expôs as atuais diretrizes. Após o almoço, o público foi dividido em cinco grupos para elaboração de cinco propostas, cada grupo, que foram debatidas e inseridas no relatório final da Conferência. Na oportunidade também foi eleito um delegado que vai representar o município na Conferência Estadual.

O prefeito Gilberto Garcia prestigiou a cerimônia de abertura e afirmou que a sua preocupação é de garantir 100% das crianças nas creches, uma formação de qualidade para os estudantes matriculados nas escolas municipais e ensino profissionalizante, com o objetivo de preparar os jovens para o mercado de trabalho. “Estamos finalizando a construção de uma nova creche no Irman Ribeiro, que irá ampliar a capacidade de atendimento. Também vamos criar um programa de incentivo à amamentação, investir em cursos de formação profissional e outras ferramentas de ensino, aliadas à tecnologia e a informática, que decididamente vieram para transformar a educação”, frisou.

Cb image default
Foto: William Gomes

Segundo a secretária municipal de Cidadania e Assistência Social, Julliana Caetano Ortega, debates com participação social asseguram a oportunidade de selecionar prioridades que realmente representam os beneficiados. “Hoje é o dia de apresentarmos nossas ideias e propormos o que precisa melhorar”.

O presidente do CMDCA, Leandro Thomaz de Souza, comentou sobre a responsabilidade de todos no cuidado com as crianças e adolescentes. “Cada cidadão também é responsável e deve ter um propósito para fazer a diferença para nossas crianças e adolescentes”, salientou.

As propostas priorizadas influenciarão a elaboração de políticas públicas, projetos de lei e demais instrumentos e ações voltadas à promoção, à proteção e à garantia dos direitos de crianças e adolescentes no Brasil.

Realizado no Centro de Convivência do Idoso, o evento também participaram da conferência, a primeira dama e vereadora Joana Darc Bono Garcia, o secretário de finanças e gestão, Emerson Nantes Mattos e o psicólogo Alessandro Leal Vilela Garcia, representante do poder judiciário, além da equipe do CRAS, conselheiros tutelares, diretores, professores, agentes de saúde, equipe dos projetos sociais e pessoas da comunidade.

As crianças e adolescentes dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Horto Florestal, Nova Casa Verde, Centro da Juventude, Coral PM Mirim, AABB Comunidade e os idosos do Conviver se apresentaram durante as atividades, abrilhantando o evento.

Related posts

Força Tática apreende veículos com produtos contrabandeados em Nova Casa Verde

Anaurelino Ramos

Ações integradas mantêm Batayporã com baixa incidência de dengue

Anaurelino Ramos

Câmara cobra revisão de diárias pagas a motoristas da Saúde em Nova Andradina

Anaurelino Ramos

Deixe um Comentário