Vale do Ivinhema Agora
Região Saúde

Covid: “4 casos para um município do tamanho de Angélica é assustador”, diz secretária

Somente em algumas horas de fiscalização na barreira sanitária municipal, centenas de carros e milhares de passageiros foram abordados em deslocamento (foto: divulgação/Prefeitura Municipal de Angélica)

 

Francielli Fascincani fez apelo para população se manter em isolamento social

 

Por: Vale do Ivinhema Agora

 

O município de Angélica (MS), até esta quinta-feira (11), havia registrado quatro casos confirmados do Novo Coronavírus. Em entrevista à Rádio Comunitária Tropical FM de Angélica, a secretária municipal de Saúde, Francielli Fascincani, demonstrou bastante preocupação com a possibilidade de estar ocorrendo transmissão comunitária na cidade.

A transmissão comunitária acontece quando não é possível mais rastrear a origem da infecção pelos pacientes. E, na manhã desta quinta, a equipe municipal de gestão de combate à Covid-19 realizou barreiras sanitárias nas entradas do município de Angélica para monitorar a situação.

Durante a entrevista, a profissional de saúde relatou que, num período curto de apenas algumas horas, mais de 580 veículos haviam sido abordados somente em um ponto de fiscalização da cidade. São mais de 1.200 pessoas, entre motoristas e passageiros, que passaram pelo local em deslocamento para outras cidades.

“A única forma de evitar a contaminação é não tendo contato. Então, por favor, me ouçam: fiquem em suas casas!” – Francielli fascincani

“Somos uma cidade pequena. Nós não temos uma estrutura de saúde que ultrapassa o nível da atenção básica. Nós temos uma superlotação no sistema público de saúde a nível de Brasil. Então, eu como responsável pela gestão da Saúde no município (Angélica) e no distrito (Ipezal), eu peço, eu oriento, eu recomendo e eu faço o apelo para vocês. A única forma de evitar a contaminação é não tendo contato. Então, por favor, me ouçam: fiquem em suas casas!”, solicitou a secretária municipal.

A população de Angélica, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica) de 2019, é estimada em 10.780 habitantes. Francielli analisou que, se a população não ficar em casa e esse volume grande de deslocamento de pessoas continuar, as autoridades não terão controle e haverá aumento no número de casos. “Eu peço encarecidamente, por favor, fiquem em isolamento domiciliar! Nós temos duas crianças contaminadas […] no total, quatro casos. Para um município do tamanho de Angélica, é assustador”.

Ela ainda relata que as pessoas não estão compreendendo e dando a importância devida à gravidade da situação, ao citar a queda nas taxas de isolamento social em todo o Estado. Fascincani alertou ainda que, “cada vez, vai piorar mais e pode começar a morrer gente. Não tem o que fazer, o vírus mata. Não é uma gripezinha”.

“cada vez, vai piorar mais e pode começar a morrer gente. Não tem o que fazer, o vírus mata. Não é uma gripezinha” – secretária de saúde de angélica

Em nota oficial divulgada nesta quinta-feira (11), a Secretaria Municipal de Saúde de Angélica confirmou mais três casos positivos do Coronavírus na cidade, chegando a um total de 4 pacientes com a doença.

Desses 3 novos casos, 2 pacientes são crianças. Uma menina de 1 ano de idade e um menino de apenas 2 anos. Uma mulher de 28 anos também foi confirmada com o novo vírus nesta quinta.

De acordo com a secretaria, os pacientes estão em isolamento domiciliar e mais 49 pessoas que tiveram contato com esses casos estão sendo monitorados.

A gestão da Saúde em Angélica ainda orienta que a população fique em casa, evite aglomerações, contatos físicos e deslocamentos para outros municípios.

 

 

 

 

Related posts

Batayporã: Germino visitou a Vila Mustafá nesta quarta-feira (21)

Anaurelino Ramos

MS registra óbito de adolescente de apenas 15 anos em Campo Grande por coronavírus

Anaurelino Ramos

Covid-19: MS registra nova queda na taxa de contágio e na média móvel de casos confirmados

Anaurelino Ramos

1 comentário

Ex-prefeito é a primeira vítima da Covid-19 em Angélica - Vale do Ivinhema Agora 23 de julho de 2020 , 10:43 at 10:43

[…] Covid: “4 casos para um município do tamanho de Angélica é assustador”, diz secretária […]

Responder

Deixe um Comentário