Vale do Ivinhema Agora
Região

Justiça itinerante esteve em Novo Horizonte do Sul

Carreta que oferece todos os serviços da justiça de forma itinerante nas cidades do Estado. (Foto: Divulgação)

 

Trabalhador rural se casa e registra os 6 filhos aos 50 anos de idade

A rotina no campo que por vezes compromete o acesso de moradores a serviços básicos oferecidos nas cidades, atrasou até o registros dos próprios filhos de um trabalhador rural de Novo Horizonte do Sul – cidade a 329 quilômetros de Campo Grande.

Esta semana o morador, identificado apenas como Claudino, aproveitou os serviços da justiça itinerante para registrar os seis filhos, dois já adultos, só agora aos 50 anos de idade. Além dos registros o trabalhador aproveitou para se casar.

“Eu não conseguia registrar meus filhos porque não éramos casados. Somos pobres, eu trabalho só para comer e para pagar o aluguel, então não sobrava. Eu fico muito feliz, porque tinha muita vontade de casar”, disse.

Claudino e sua família moraram na cidade de Coronel Sapucaia enquanto ele trabalhava como trabalhador rural no Paraguai. Recentemente, uma oportunidade de emprego em uma usina de cana-de-açúcar trouxe todos para Novo Horizonte do Sul, em busca de uma vida melhor.

Ele explica que no período em que viveu na fronteira e trabalhava no Paraguai, a vida era muito dura e o dinheiro nunca sobrou para se casar e para registrar os seis filhos. De segunda-feira (27) até hoje (31) a Carreta da Justiça atendeu 328 pessoas foram atendidas.Tudo de forma gratuita.

A equipe da Carreta, chefiada pelo juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, também realizou 58 reconhecimentos de união estável em casamento, seis divórcios, pedidos de alimentos e DNA, além de orientações jurídicas e atendimento pela Defensoria Pública. Também foram abertas 67 ações.

Agora a Carreta da Justiça segue rumo à Japorã (17 e 18/09). Depois, será a vez de Mundo Novo (19 a 21/09), Juti (24 a 28/09), Douradina (15 a 19/10), Laguna Carapã (22 a 26/10), Vicentina (19 a 23/11) e encerrando os atendimentos em 2018, a Carreta da Justiça estará em Jateí (26 a 30/11).

Os serviços oferecidos tratam de assuntos criminais e cíveis, como ações de reconhecimento de união estável ou conversão em casamento, divórcio, pensão alimentícia, execução de alimentos, conversão de separação judicial em divórcio, reconhecimento de paternidade, investigação de paternidade e guarda. A Carreta faz parte do programa Judiciário em Movimento.

Related posts

Força Tática apreende veículos com produtos contrabandeados em Nova Casa Verde

Anaurelino Ramos

Ações integradas mantêm Batayporã com baixa incidência de dengue

Anaurelino Ramos

Câmara cobra revisão de diárias pagas a motoristas da Saúde em Nova Andradina

Anaurelino Ramos

Deixe um Comentário