Vale do Ivinhema Agora
Saúde

Prevenção ao Diabetes

Oftalmologistas de Campo Grande e Bataguassu organizam mutirões para prevenir e diagnosticar doença que pode levar à cegueira

A capital do Mato Grosso do Sul e o município de Bataguassu reforçam a luta contra doença que pode levar à perda total ou parcial da visão.

Neste sábado (27), ações realizadas no Hospital São Julião, em Campo Grande, servirão de plataforma para a prevenção, o diagnóstico e o tratamento precoces da retinopatia diabética.

Já em Bataguassu, o primeiro Mutirão do Diabetes acontece no próximo dia 29, no Clube da 3ª idade.

A retinopatia diabética, considerada uma das principais causas de cegueira evitável, será o mote dos mutirões de atendimento, palestras e sensibilizações, num movimento de retomada desta busca ativa de casos nas comunidades em decorrência da queda nos indicadores de covid-19.

A articulação desses esforços está sob a responsabilidade de médicos, em parceria com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) que alerta: apesar dos números da pandemia apresentarem queda, todas as atividades serão conduzidas observando as orientações preconizadas pelas autoridades sanitárias.

Isso quer dizer que serão evitadas aglomerações e estimulados os usos de máscaras e de álcool gel, entre outras medidas.

Abaixo fique atente aos serviços que serão oferecidos nas Ações

Além das ações presenciais, o CBO também organizou no último sábado (20) um grande mutirão on-line com informações sobre a retinopatia diabética.

O projeto “24h pelo diabetes” teve este ano sua segunda edição, e garantiu à população conteúdos de qualidade sobre a doença.

Ao longo da maratona, transmitida pelo YouTube, foi possível acompanhar palestras, debates, entrevistas e reportagens.

A ação também contou com sessões de teleorientação, com o apoio de médicos oftalmologistas e de outras especialidades.

Para os oftalmologistas, as ações (presenciais e virtuais) são oportunidades de trazer à tona importantes questões que evidenciam o cuidado da saúde ocular, como etapa essencial no controle e tratamento do diabetes.

No encontro com os moradores, será explicado que as altas taxas de glicemia no sangue podem trazer complicações para a visão e também ao coração, artérias, nervos e rins.

A campanha Novembro Azul é uma ação descentralizada, e por isso os estados e municípios que aderiram à iniciativa do CBO estão seguindo fluxos definidos pelos organizadores em nível local.

Na maioria dos serviços que participam deste esforço, os interessados estão tendo acesso a exames gratuitos para diagnosticar de forma precoce a retinopatia diabética, além de outros problemas decorrentes do diabetes.

O diabetes é uma doença grave e silenciosa, o que exige a vigilância contínua por parte dos órgãos de saúde pública.

A Federação Internacional de Diabetes (IDF, em inglês) vem ao longo dos anos estimulando debates e incentivando especialistas a se mobilizarem em torno dos cuidados desse problema que, em 2019, atingia 463 milhões de adultos ao redor do mundo, a maioria deles vivem em países de baixa e média renda, como é o caso do Brasil.

Bataguassu – MS

29/11 – Clube da 3ª idade. Primeiro Mutirão do Diabetes em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Município, das 08h às 12h. Serão oferecidos exames de Glicemia, Aferição de pressão arterial, exames de fundo de olho e avaliação do Pé diabético. Público Estimado de 100 pessoas.

Campo Grande – MS

27/11 – Hospital São Julião. Parceria com a prefeitura de Campo Grande para atendimento especial de 500 pacientes triados. Será realizado o mapeamento de retina, além de agendamento simultâneo para fotocoagulação a laser e cirurgias vítreo retinianas.

Durante o mês haverá treinamento de residentes com o retinógrafo portátil para iniciar implantação de referência por telemedicina.

 

360° Comunicação Integrada

Assessoria de imprensa do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO)

Contatos: (61) 99334-2442 – Müller | (61) 99345-3113 – Jackelyne

oftalmologia@360comunicacao.com

Related posts

CAPS estará fechado no período da tarde a partir desta terça, dia 25 de janeiro

Anaurelino Ramos

Casos continuam em alta, mas taxa de letalidade tem ligeira queda no Estado

Anaurelino Ramos

Nova Andradina retoma desinfecção de espaços e de uso coletivo

Anaurelino Ramos

Deixe um Comentário