Vale do Ivinhema Agora
Política

Vereadora de Batayporã diz que sofreu violência de gênero e pede explicação de colega de casa

A vereadora Denise Pesqueira (PDT), denunciou na sessão ordinária deste dia 18, na Câmara de Batayporã (MS), ter sido vítima de violência de gênero.

A parlamentar acusou o seu colega de casa, vereador Cabo Máximo (MDB), de ter cometido essa violência ao divulgar um áudio contra a sua pessoa, em um grupo de WattsApp.

Polêmica

O áudio gravado pelo vereador, endossando as palavras do funcionário de uma empresa que vem prestando serviço no município, foi o causador da polêmica.

Ao defender a empresa, alvo de reclamação na cidade, o funcionário, ataca os vereadores chamando de povo inútil, dentre outros adjetivos.

Em resposta, o vereador comenta o episódio e parabeniza o funcionário pela fala, dizendo ainda que não vai comprar briga de ninguém.

“Ela estava de gracinha com o Marquinho do gás”

Denise Pesqueira leu o conteúdo do áudio na íntegra. E cobrou uma explicação do seu colega de casa.

Principalmente quando ele diz que ela “estava de gracinha com o Marquinho de gás”, e tirando fotos.

A vereadora, ainda argumentou que no áudio, foi citado o nome de outros vereadores homens da casa, mas o edil escolheu ela para tecer críticas, por ser mulher.

“Senti a violência de gênero, me senti lesada, eu tenho filhos, tenho esposo, e sua fala deu duplo entendimento”, finalizou a vereadora, pedindo explicação.

Cabo Máximo minimizou

Vereador Cabo Máximo, do MDB, pivô da polêmica, se retratou com a vereadora, depois de lhe atacar em áudio (Fotos: Anaurelino Ramos)

Por sua vez, na mesma hora, o vereador Cabo Máximo, usou a palavra e minimizou o pedido de explicação da vereadora.

“Fui provocado ali, eu não sabia da maldade de uma pessoa, eu me retrato, dizendo que não cometi nenhuma maldade de gênero”, disse o edil.

“Meu pensamento foi o seguinte, esse cidadão, trouxe essa vereadora aqui, para bater de frente com o funcionário, foi meu pensamento”, disse o Cabo Máximo.

“De forma alguma, quis atacar à senhora, por causado disso, essa semana foi um comentário muito grande, na mídia”.

Denise  Pesqueira aceito a retratação do colega  

Depois de cobrar explicação, Vereadora Denise Pesqueira aceita retratação do colega Cabo Máximo

No final a vereadora disse que o pedido de explicação era para não deixar dar entender, outras situações.

Principalmente se o edil tinha visto algo, que viesse a denegrir a sua imagem, como esposa mãe e cidadã, concluiu Denise. (Vale do Ivinhema Agora)  

Related posts

Batayporã: Germino lidera com 17 pontos de vantagem, diz pesquisa

Anaurelino Ramos

Batayporã: Vila Toquinho ratifica Germino Roz como a nova liderança política

Anaurelino Ramos

Eleições 2020: Germino faz caminhada na Vila Cantidiano Duarte e Nídio Boffo

Anaurelino Ramos

Deixe um Comentário